terça-feira, 31 de março de 2015

Conto de Fada Fatigada entre a Cruz e a Espada.

"Gosto da Fada Sininho, da Barbie e da Bela Adormecida...
Gosto de Nossa Senhora de Fátima, Assunção e Conceição Aparecida...

Mas sou da linhagem das Fionas
e minha devoção é de
Santa Joana D'Arc
e
São Nuno de Santa Maria...

Como os de Santo Expedito
meus pés estão no chão.
O alto da torre é para as
Rapunzel, Fátima e
Assunção
Preciso de precisão
porque a mim sobrou o fel...

O meu Castelo,
É um elo casto, de lenço, sem véu ao vento,
atravesse o pântano para entrar na festa...
Lá, um tonel aguarda ardente,
com água doce, e sal com mel..."

- Madalena Daltro.

3 comentários:

  1. POESIA CHICK LIT,

    sal com mel deve ser absolutamente radical, deve valer mesmo à pena atravessar o pântano para entrar nesta festa.

    Estou indo!!!

    Aproveito para comunicar postagem nova no nosso blog, HUMOR EM TEXTOS.

    Abração carioca.

    ResponderExcluir
  2. FALTOU DIZER:

    em todos meus blogues disponibilizo meu e-mail, seria um enorme prazer contatar você.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela dica! :-)
      Vou registrar no perfil. (autora@globomail.com)
      Bjs!

      Excluir