terça-feira, 21 de outubro de 2014

Quem é peão nunca perde a dignidade...

"Examinando a minha miséria
Sinto a minha ingratidão
Vasculhando a ingratidão
vejo que a fome alheia
impede-me de ser feliz.
Então, não mais me vejo miserável
ou ingrata...

Vejo-me impotente,
mas quem é peão,
nunca perde a dignidade.
Estendo a mão a mão que me apunhala
Aceno a mão a mão que me açoita
Beijo a mão que está próxima a boca
a estrangular-me."

- Madalena Daltro

4 comentários:

  1. Poesia Chick lit.

    Belo poema de Madalena Daltro...tem que ter muito desprendimento,concorda?

    Abração carioca

    ResponderExcluir
  2. Nosso blog, HUMOR EM TEXTOS , está com nova postagem.

    Quer conferir?

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  3. POESIA CHICK LIT

    quer saber o que o filósofo Platão pensava o que era o ser humano?

    Vai ficar surpreso, la no nosso blogue FRAGMENTOS AO ACASO.

    Um abração carioca do PAULO TAMBURRO

    ResponderExcluir