segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Dica

"Antes de ler uma poesia
consulte o seu estado de espírito
se não estiver aberto,
fecha o livro"
Madalena Daltro.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Eu tão moleque

Os adultos são tão bem comportados
tão sérios
tão sabichões
tão, tão...
E eu?
Eu tão moleque

E eu tão moleque
achava que aos 25 seria adulta
aos 25 tão moleque
achava que aos 30 seria adulta
aos 30 tão moleque
vesti-me como adulta,
mas por dentro, descalço, sem camisa...
tão moleque...

Achei que aos 35 seria adulta
e aos 40 tão moleque
pensei em quem não teve infância
e descobri que
uns não têm infância
e outros não têm "adultez"

Olham-me como um ser estranho
e eu tão moleque
sigo em frente
deixei de sonhar
em ser comportada
fazer o quê com o meu eu tão moleque?

Eu tão moleque fui pra guerra
e tão moleque tornei-me soldado
eu tão moleque sou mais sério
que muito adulto comportado.

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Assumindo a tristeza para ser feliz

Eu sou triste como sou morena.

A tristeza é um parasita imóvel
que tenta imobilizar o hospedeiro no chão.

Mas eu tenho uma força dentro de mim
que me mantém em movimento
e essa força
é maior que a inércia da minha tristeza

Eu sou triste como sou mulher
e como mulher não paro um minuto sequer

Eu sou triste como sou brasileira
sou rebelde, espontânea, explorada
batalhadora...

Eu sou triste como qualquer coisa não dá para mudar,
mas também sou resistente, e essa resistência
eu não troco por alegria nenhuma desse mundo
porque a minha resistência é permanente
e a alegria passageira...

A minha resistência me satisfaz
e isso me basta.

Quando assumi a minha tristeza eu passei a ser feliz.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

A Puta

A Puta não estava com esmalte vermelho
nem tinha uma unha do pé...

O cloro da faxina lavou
a casa da vizinha
que usava esmalte vermelho
e levou a unha da Puta

Era uma puta vizinha!
Com cara de santinha
e a Puta não tinha
dinheiro nem pra esmalte
nem pra faxina,
mal tinha pra comida.

A vizinha a chamava de Puta
por pura inveja
já que sua vagina
nem com faxina
dava alegria,
e a Puta só era puta
porque era amada pelo jardineiro
da vizinha
mesquinha e desesperada
por oscilar entre ser encalhada e mal amada.

Se a Vizinha aprender a ser puta como a Puta
'estaria finda a putaria'.